SAÚDE

Popular "denuncia" falta de médico para atender uma criança na UPA 24h de Belo Jardim
A declaração foi feita através de vídeo disponibilizado nas redes sociais. A Secretaria de Saúde se pronunciou sobre o caso.


Foto: Reprodução da Internet

Na noite da última segunda-feira (19), um fato esquentou os grupos de WhatsApp e redes sociais em Belo Jardim. Um cidadão "denunciou" através de um vídeo, a falta de atendimento médico à uma criança na UPA 24h do município.

No vídeo se ouve claramente um popular que comenta sobre a criança e diz "É a criança, pow. Criança é prioridade.". Logo em seguida, o mesmo cidadão acrescenta "Fique no lugar do pai pra você ver o que que acontece.".

E logo após, a pessoa que filmava a frente da unidade de saúde diz: "Até a polícia veio aqui ó, que o pai 'redificando' aqui que não tem médico. Ai, a mulher chorando e eles mentindo, dizendo que tinha médico. A polícia veio e comprovou agora que não tinha médico. Hospital de Belo Jardim ó. Prefeito Gilvandro." e ele continua: "Cadê você que disse que ia 'botar' o médico todo dia? Três médicos no hospital?" "aí ó, 'enrolando' a mulher mais uma vez", finaliza o denunciante.

Em nota, a Secretaria de Saúde do município se pronunciou. Confira a resposta da secretaria na íntegra:

"A Secretaria de Saúde de Belo Jardim esclarece que, nesta segunda-feira (19), suposta data a qual um cidadão teria gravado um vídeo afirmando que a polícia estava no Hospital Júlio Alves de Lira, por não ter médico na unidade, trata-se de uma notícia falsa.

A prefeitura de Belo Jardim, desde o início da gestão, em nenhum momento, ficou sem equipe médica no local. Na segunda-feira, havia cinco médicos de plantão, sendo: três na UPA 24h, um no Hospital Júlio Alves de Lira e um na Ala COVID. 

Sobre a viatura da polícia estacionada em frente ao hospital, era para um atendimento traumatológico e a criança em questão, citada no vídeo, foi atendida por um dos médicos que estava de plantão."



Confira o vídeo:




Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM