POLÍTICA

Justiça Eleitoral recebe ação para cassar vereadores e suplentes de partidos aliados de Gilvandro Estrela
A informação foi divulgada pelo Blog A Voz do Povo, no início desta tarde.


Imagem/Reprodução da internet

Foi impetrada uma ação na Justiça Eleitoral da 45ª Zona Eleitoral de Belo Jardim, solicitando a cassação do mandato de 11 vereadores e seus suplentes no município.

Segundo o blog A Voz do Povo, que noticiou o fato, se aceita, a ação anularia a votação de todas as chapas envolvidas.

Conheça a lista dos vereadores de mandato arrolados na ação:

01 - Zé Lopes (DEM)
02 - Dr. Rômulo (DEM)
03 - Claudemir de Xucuru (Republicanos)
04 - Euninho (Republicanos)
05 - Guilherme Monark (Solidariedade)
06 - Thallys Bruno (Cidadania)
07 - Marcelino Monteiro (Republicanos)
08 - Tenente (PTB)
09 - Lila (DEM)
10 - Zé Gury (PTB)
11 - Autarquia (PTB)

Ainda segundo o blog A Voz do Povo, a informação é de que a acusação é por de falhas no preenchimento das cotas destinadas ao sexo feminino nas eleições de 15 de novembro de 2020.

O Juiz eleitoral intimou as partes envolvidas a prestarem esclarecimentos.

Os partidos que serão atingidos com a petição são: Democratas, Cidadania, Solidariedade, Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e Republicanos. A ação foi movida pelo presidente municipal do Partido Socialita Brasileiro (PSB), vereador Nilton Senhorinho.

SUPOSTOS PRINTS DO PROCESSO FORAM DIVULGADOS EM GRUPOS DE WHATSAPP

Nos grupos de WhatsApp da cidade, como por exemplo o "Belo Jardim Reclama", foram divulgados prints do suposto processo, que nas imagens, corre em "segredo de justiça".

VEREADOR THALLYS BRUNO SE PRONUNCIA
 

A equipe do Portal belojardim.com.br entrou em contato com um dos vereadores citados, o vereador Thallys Bruno (Cidadania) e o camarista se pronunciou:

"A ação em questão teve o início de suas investigações agora e foi produzida pelo PSB, contra os partidos Democratas, Cidadania, Solidariedade, Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e o Republicanos. Ficaram fora apenas o partido que moveu a ação (PSB), o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Agora iremos aguardar o trâmite legal e iremos levar à justiça a nossa defesa das supostas acusações.", disse o edil.



Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp

Participe do nosso grupo e canal do Telegram




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   23/01/2022 20h48





POLÍTICA  |   21/01/2022 23h43